CONTOS

Colecione e faça download
dos teus contos preferidos

A SERPENTE DE BRONZE
TEXTO COMPLETO
Milca acordou cedo como fazia todos os dias. Eram as responsabilidades da mãe da família. Seu marido ainda dormia e os filhos demorariam algum tempo até despertar. Ela cingiu-se e tomou um cesto feito de vime bem largo, mas pouco fundo. Era a medida exata para a alimentação da família durante um dia normal de semana. Com gestos mecânicos, produto do automatismo do hábito diário, ela saiu da tenda. Estava ainda clareando no gigantesco arraial de Israel. Milhares de tendas com milhões de ocupantes no meio do deserto, no caminho do mar vermelho. Estavam nos limites da região de Edom. Tinham deixado para trás o monte Hor aonde Arão morrera e fora enterrado por ordem de Deus.

A tenda de Milca ficava a meio do arraial da tribo de Dã no extremo nordeste do acampamento de Israel segundo a disposição das tribos que Moisés ordenara por orientação divina. A mulher aproximou-se de outra tenda e chamou com voz baixa:  - Lia!

Esperou pouco tempo e outra mulher surgiu do interior desta tenda com um largo sorriso nos lábios e olhar brilhante. - A Paz seja contigo! (saudou a recém chegada)  - E contigo seja a paz! (retribuiu Milca)

Ela e Lia eram companheiras e amigas desde a infância. Criadas no Egito ainda lembravam-se da terra do cativeiro. Casaram-se no deserto quase no mesmo dia e já embalavam os netos apesar de terem pouco mais de 40 anos. A amizade era algo tão natural que já não sabiam viver sem a outra ali ao lado, na tenda vizinha.

LEIA MAIS


A TROCA
Um conto de ficção evangélica

Um dia todos nós vamos enfrentá-la! Como será a nossa vez? Somos capazes de fazer sacrifícios por amor?
Sentimos amor pelas almas perdidas? Este emocionante conto nos mostra que ainda podemos confiar no amor e no desprendimento.

Leia Mais


Nico, O Valentão

Uma alegoria que retrata o debate sobre a existência de Deus de uma forma fácil de entender porém com argumentos profundos e racionais.  Uma leitura para todas as idades.

Leia Mais...

O Homem do Comboio

Milhões em todo o mundo vivem vidas pacatas, sem nunca dar um passo que obrigue a Ter coragem ou fazer um ato que indique bravura. A falta de ousadia e de iniciativa parece contagiosa.
Qual doença. Muitos se abrigarão sob o escudo da prudência lembrando que o “seguro morreu de velho”.
E se é verdade que assim foi, também é notória que não lhe conhecemos o nome e para além do fato de que viveu até idade avançada não sabemos que tipo de realizações, se alguma sequer, chegou a alcançar. Faltando-nos arte para melhor defender a necessidade de ousadia na vida, porém deixamos uma singela estória que talvez ajude a meditar nessa questão.

Havia um homem. Um homem já maduro e avançado em anos. Ele morava do lado de uma passagem de nível de movimentada linha ferroviária lá para os lados de Santarém, Portugal. Vamos chamá-lo de João, que é um nome tão bom quanto outro qualquer.
Leia Mais

"ESTÁ LÁ FORA..."
Quatro amigos marcam um encontro inusitado.  Após anos afastados resolvem se encontrar para uma caçada!  Mas,  ao chegarem à cabana encontram muitos problemas e o medo os obrigará a mostrarem-se como realmente são.

Leia Mais...



O Puro  - conto bíblico

Uma belíssima interpretação do encontro de Jesus com Zaqueu, segundo a pesquisa do médico Lucas. 
A salvação está ao alcance de todos os
que se arrependem e seguem o maravilhoso nome de Jesus.

Leia Mais...


As Aparências Enganam
Ninguém fala mal de minha mãe! Tenho que reagir! 
O Rui vai ver só!
Mas, tudo deu errado e voltei com o olho roxo pra casa. 
Pensei que meu pai resolveria o assunto, mas, creio que as aparências enganam e não esperava por isto!
Leia Mais...


"É para se ir fazendo..."

Fui criado nas ilhas portuguesas dos Açores. Guardo recordações maravilhosas desses tempos. A cosmovisão açoreana é típica do ilhéu e se resume na frase que serve de título a este conto.  

A Maria tinha o ar mais consolado do mundo.  É verdade que a vida ia difícil. Era verdade que o Manuel não era lá o marido que ela esperava.  Mas, que importava isso se estava agora á espera de seu primeiro rebento?
E sentada na varanda bordava para seu enxoval quando o Ti Zeca, da Herminia lhe gritou:
- Ó Maria, antã isso faz-se ou não ? Nunca mais terminas o bordado, rapariga...
Ela riu gostoso e respondeu:
- Não se preocupe tio, é para se ir fazendo...

Leia Mais...

Um comentário:

  1. PARABÉNS , QUE DEUS O CAPACITE SEMPRE!

    ResponderExcluir

Obrigado por participar! Sua opinião é muito importante!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

CAMPOS BRANCOS

Quantos ainda morrerão sem ouvir o Evangelho? LER POEMA

MISSIONÁRIOS

MISSIONÁRIOS
Poema que traduz a renúncia de quem quer ser missionário
Poesia Bíblica baseada em I João 4:4
EM TODAS ESTAS COISAS...EU TE LOUVAREI!
Este poema foi escrito para nos lembrar que devemos louvar em todas as circunstâncias, como a oração de Habacuque, ainda que a figueira nào dê o seu fruto, todavia eu me alegrarei no Senhor da minha salvação. Ler poema Completo

poema de amor

AMOR, SEMPRE O AMOR
Este poema é uma homenagem aos casais que teimam em continuar apaixonados.  A chama do amor pode e deve ser alimentada! Ler Mais