Filho do Rei - Poesia de Natal

Era noite quando ele aqui chegou
E o mundo de então não se abalou
Por entre a palha e panos o colocou
Numa manjedoura  sua mãe o embalou

Sua recepção aqui foi singular
Somente pastores o vieram adorar
Tão poucos de joelhos a louvar
Aquele que veio ao mundo  amar!

Apesar de humilde descer
Desde então ele veio ser
Sacerdote, profeta e salvador
Nasceu para me valer!

Mesmo ali, na manjedoura em Belém
Podíamos ver que o menino nascido
Seria  do céu a resposta ao pedido
Emanuel está conosco também!

Sua vida aqui no mundo foi de amor
Ensinou-nos o perdão e o valor
De uma vida consgrada a Deus
E ao próximo com fervor!

Tudo aquilo que ensinou e nos mostrou
Ele, um dia, lá na cruz nos confirmou
Pois veio ao mundo e se entregou
E até ao fim ele amou!

Todo poder, beleza e majestade
Abdicou para entre nós viver
Milagres, ações e palavras de verdade
Fez o mundo ao Filho do Rei reconhecer!

Mesmo hoje tanto tempo já passou
Mas eu ainda posso crer e afirmarei
Que Ele abdicou da glória e se doou
Para que eu pudesse ser também Filho do Rei!

Joed Venturini

13 comentários:

  1. Anônimo24/11/10

    Lindo poema ! Mas gostaria de receber o seguinte poema de Nartal: Uma estrelinha em belem certa noite apareceu,
    E anjos tambem no ceu a cantar Jesus nasceu!....

    Não lembro o titulo nem o restante do poema por peço sua ajuda pois quando declamei eu tinha 7 anos hoje sou pprofessora em fim de carreira e gostaria de passa-la aos meus alunos.

    Abraços respeitosos Professoara Orientadora Elisa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbém recitei este texto de Natal quando era criança, na Igreja Evang. Ass. de Deus, e nunca me esqueci....
      Jesus Nasceu

      Uma estrelinha e Belém
      Certa noite apareceu
      E anjos no céu também
      A cantar
      Jesus nasceu

      A estrela caminhava
      Sem para no azul do céu
      A pastores ela guiava
      Aonde Jesus nasceu

      Os Reis magos do Oriente
      Viam no infante um Rei seu
      E deram glória fervente
      Dizendo: Jesus nasceu!

      No céu da minha esperança
      Também uma estrela correu...
      E hoje minha alma não cansa
      De dizer: Jesus nasceu!...

      Excluir
    2. Jesus Nasceu

      Uma estrelinha e Belém
      Certa noite apareceu
      E anjos no céu também
      A cantar
      Jesus nasceu

      A estrela caminhava
      Sem para no azul do céu
      A pastores ela guiava
      Aonde Jesus nasceu

      Os Reis magos do Oriente
      Viam no infante um Rei seu
      E deram glória fervente
      Dizendo: Jesus nasceu!

      No céu da minha esperança
      Também uma estrela correu...
      E hoje minha alma não cansa
      De dizer: Jesus nasceu!...

      Excluir
  2. Anônimo30/11/11

    eu adorei muito legal

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo este poema, irei passar para uma jovem da igreja recitar no especial de natal.
    Abraços
    Dil

    ResponderExcluir
  4. Anônimo22/12/11

    linda a mensagem verdadeiramente ela expresssa o quanto nosso Deus é maravilhoso e digno de toda horra e glória.

    ResponderExcluir
  5. nossa mesmo sendo nao muito bom,as pessoas ruims nao se emocionan com textos maravilhosos e bonitos como esse mas e um testo inspirador muito bom parabens quen o escrevel muito bom mesmo

    ResponderExcluir
  6. Anônimo29/11/12

    adorei.......

    ResponderExcluir
  7. amei o poema, vamos falar na igreja.

    ResponderExcluir
  8. Amei o poema, vamos falar na nossa igreja. tenha um natal feliz.

    ResponderExcluir
  9. Juliana Ferreira3/12/12

    Lindo o verdadeiro Natal ja esta esquecido pela a luxuria deste mundo...mas temos em nossos corações o verdadeiro sentido do Natal!!!!

    ResponderExcluir
  10. Anônimo11/12/12

    lindo !!!

    ResponderExcluir
  11. Anônimo15/12/12

    Vou recitá-lo na minha igreja!

    ResponderExcluir

Obrigado por participar! Sua opinião é muito importante!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

CAMPOS BRANCOS

Quantos ainda morrerão sem ouvir o Evangelho? LER POEMA

MISSIONÁRIOS

MISSIONÁRIOS
Poema que traduz a renúncia de quem quer ser missionário
Poesia Bíblica baseada em I João 4:4
EM TODAS ESTAS COISAS...EU TE LOUVAREI!
Este poema foi escrito para nos lembrar que devemos louvar em todas as circunstâncias, como a oração de Habacuque, ainda que a figueira nào dê o seu fruto, todavia eu me alegrarei no Senhor da minha salvação. Ler poema Completo

poema de amor

AMOR, SEMPRE O AMOR
Este poema é uma homenagem aos casais que teimam em continuar apaixonados.  A chama do amor pode e deve ser alimentada! Ler Mais